Antonio Afonso Melaré - 25/05/2011

antonio melare 

Projeto de Decreto Legislativo: Outorga Título de cidadão Portofelicense ao Senhor Antonio Afonso Melaré.

O senhor Antonio Afonso Melare nasceu na cidade de Tietê, em 24 de Novembro de 1951, filho de Pedro Melare e Luiza Melare (in memoriam). 
Tem cinco irmãos: Pedro, Valdiva, Jair, Vivaldo e Ulissis (ambos in memoriam). Mudou-se para Porto Feliz em 1955, onde cursou o ensino fundamental no Externato São José e ensino médio na Escola Monsenhor Seckler.
Em 1970 foi convocado para o serviço militar, onde permaneceu por um ano, no regimento Marechal Teodoro.
Em 1972 foi a São Paulo trabalhar na agência do banco BCN das FMU - Faculdades Metropolitanas Unidas.
Cursou o preparatório para vestibular e prestou o Cecem, passando na faculdade estadual Barão de Mauá em Ribeirão Preto, na modalidade Biomedicina.
Posteriormente, lecionou as disciplinas de Biofísica e Fisiologia Geral.Formou-se em 1977, trabalhou no laboratório do Hospital das Clínicas.Retornou a São Paulo em 1982 para trabalhar na maternidade São Batista na Lapa.
No final de 1982 foi à Cruzeiro onde trabalhou na clínica Castor Machado até 1984. Em março de 1984, retornou à Porto Feliz e montou o laboratório Labormac, onde trabalha atualmente.
Casou-se com Rosalia Costa Cavallante Melare e teve um filho, Artur Afonso, que está com nove anos.

Nelson Tabarro - 25/05/2011

nelson tabarro 

Projeto de Decreto Legislativo: Outorga Título de cidadão Portofelicense ao Nelson Tabarro.

Autor: Marco Antonio de Campos Vieira

Nascido na cidade de Boituva, São Paulo, em 30 de Junho de 1939, filho de Adriano Tabaro e Pierina Tirabassi Tabaro. Casou-se há 45 anos com a senhora Maria Ester Waldemarim Tabaro em 23 de Janeiro de 1966, teve três filhos: Nelson Tabaro Júnior, Luciana Waldemarim Tabaro Patucci e Adriano Waldemarim Tabaro e três netos: Philip, Mattheus e Mariella.
Os seus pais adquiriram no ano de 1940 um sítio no município de Porto Feliz, no bairro denominado Gramado, também conhecido como Tabaro. O venderam e se mudaram para a cidade, em busca de melhores condições para criar seus nove filhos.
Por uma infelicidade do destino, o senhor Adriano faleceu em um acidente de trabalho, com apenas 52 anos de idade e deixou a esposa e os filhos em dificuldades, sendo que o caçula tinha apenas dois anos. O único empregado era o senhor Nelson, que, com muito esforço, começou a sustentar toda a sua família.
Em 1952 concluiu o primeiro grau na Escola São José, cursou datilografia com a senhora Maria Esmédio Pires de Almeida e também a Escola Técnica do Comércio, onde estudou Contabilidade e segundo grau juntos. Em 1980 se formou na Escola de Administração de Capivari. 
De 1953 a 1972 exerceu as funções de "fiel" e respectivamente de "escrevente autorizado" no Cartório do 1º Ofício de Notas e Anexos de Porto Feliz; onde foi aprendiz, subordinado, amigo e compadre do senhor Jarbas Belo.
De 1972 a 1988 exerceu honrosamente os cargos de secretário e diretor de Administração da Prefeitura, dos seguintes prefeitos: Sérgio Beltiol, Benedito José Diana, Luiz Alcalá e tenente Genésio Leandro Vieira. Concomitantemente, exerceu outras funções: como presidente da comissão de Esportes e Turismo, Defesa Civil, Licitações, entre outras.
Atualmente aposentado da carreira pública, ainda trabalha como administrador da propriedade rural onde se localiza a antiga Cerâmica Soamim.

Hélio de Barros -15/10/2010

 brasao 

O 1º Tenente da Reserva PM Hélio de Barros, natural de Tatuí (SP), foi Comandante da Guarda Civil Municipal de Porto Feliz do ano l993 a l996, por indicação do Coronel PM Assunção, então Comandante Geral da Policia Militar ao Prefeito Municipal Luiz Antonio de Carvalho Neto. Como Comandante da Guarda Civil Municipal de Porto Feliz reformulou toda a Corporação, atualizando, desenvolvendo e criando:

  1. Escola de Formação de Guardas Civis Municipais para atualização, reciclagem funcional e formação de novos guardas civis municipais.
  2. Aumentou o efetivo da Corporação
  3. Criou o Quadro Hierárquico,através de concurso interno
  4. Criou o Quadro de Guarda Civil Municipal Feminino
  5. Pela relevância e destaque do trabalho do Tenente Helio , a Guarda de nossa cidade foi procurada pelas Prefeituras das Cidades de Boituva, e Cerquilho, onde o Tenente Helio preparou toda documentação e curso para a formação da escola dessas Corporações, sendo que a Guarda de Boituva o Curso de Formação de Guarda foi ministrada em Porto Feliz.
  6. Criou o " Diploma de Amigo da Guarda Civil Municipal o qual era entregue em solenidade cívica na abertura da "Semana do Aniversário de Porto Feliz " , homenageando autoridades do Estado, Região e da Cidade, elevando assim o nome da Comunidade Portofelicense.
    Colaborou como colunista com os Jornais "Tribuna da Monções e "JP Porto", com artigos alusivos da nossa cidade.
    Participativo, solícito e cheio de iniciativas na melhoria de vida da comunidade esteve sempre presente em todos os eventos, onde angariou respeito, gratidão e muita amizade de nossa gente. Por tudo isso é mais que merecido o título de cidadão portofelicense.

João Luiz de Oliveira - 15/10/2010

brasao 

Nascido na cidade de Garça-SP, filho de João de Oliveira (comerciante) e Julieta Gersely de Oliveira (dona de casa), 62 anos, é Supervisor de Ensino da Diretoria de Ensino - Região de Itu, supervisionando a grande maioria das escolas públicas e particulares de Porto Feliz, desde 2006. É formado em Pedagogia pela Faculdade Pinheirense (São Paulo-SP) e Artes Dramáticas pela USP. Fez diversos cursos e estágios e participou de congressos e conferências na área da educação.

Foi Dirigente Regional de Ensino em Cotia-SP e Delegado de Ensino em Taboão da Serra-SP e Cotia-SP. Foi diretor do GRES Acadêmicos da Barra e membro do Conselho Municipal de Turismo.Tem participação ativa em diversas atividades portofelicenses desde 1979. Segundo ele, "nasci em Garça, mas escolhi Porto Feliz para viver e morrer".

Atualmente é empresário; diretor do Grupo Hotel 5 Estrelas (teatro) e membro do Conselho Municipal da Defesa do Patrimônio Histórico.

Rita Passos - 15/10/2010

brasao 

Rita de Cássia Trinca Passos, Deputada Estadual do Partido Verde, é de uma família de políticos. Mora em Itu há mais de 20 anos, desde que se casou com Herculano Passos Jr, atual prefeito reeleito daquela cidade, com quem teve duas filhas: Juliana e Renata.

Formada em Pedagogia, com especialização em Magistério e Administração Escolar, Rita Passos também é corretora de imóveis credenciada pelo Conselho Regional de Corretores de Imóveis - Creci. Além disso, é empresária. Há quase 15 anos gerencia uma franquia de correios na cidade de Sorocaba.

Como presidente do Fundo Social de Solidariedade de Itu, inovou o conceito de solidariedade, introduzindo duas orientações básicas: assistência social e capacitação profissional. Implantou 35 cursos profissionalizantes, inclusive com a inclusão de pessoas portadoras de necessidades especiais. Eleita logo na sua primeira candidatura à Assembléia Legislativa, Rita Passos obteve a maior votação de uma candidata do Partido Verde até hoje. Foram quase 80 mil votos.

Como Deputada Estadual e integrante ativa do Partido Verde, foi autora da lei que instituiu a "Política Estadual de Educação Ambiental", que serve como referência para o Brasil e até para outros países. Hoje é presidente municipal do Partido Verde na cidade de Itu e desenvolve importante papel de liderança política: além de promover campanhas de filiações, colabora para a formação de diretórios partidários em todas as cidades que compõem a região definida pelo PV como Bacia 12.

Especificamente para a cidade de Porto Feliz, a Deputada Rita Passos, desde o início de seu mandato, vem atuando no sentido de obter recursos junto ao governo estadual com o objetivo de melhorar as condições e a qualidade de vida de todos os moradores da cidade. Entre essas conquistas, destacam-se: destinação de verba à Apae para a construção de sala de hidroterapia e à entidade "Cidade dos Velhinhos", visando a instalação de cozinha, a autorização do governo do Estado para a instalação de uma Escola Técnica - ETEC no município, pleito junto ao DER visando o asfaltamento da estrada vicinal Bom Retiro, com 18 kms de extensão.

Por tudo que já por Porto Feliz é mais que merecedora do Título de Cidadã Portofelicense.